top of page

A Ciência do Pensamento

A cadeia da ciência do pensamento funciona da seguinte maneira: Pensamentos > Sentimentos > Comportamentos > Resultados

Pensamentos > Sentimentos > Comportamentos > Resultados



Se um indivíduo tem pensamentos bons, ele se sentirá otimista, empoderado, realizado, alegre, encorajado ou feliz. Consequentemente, seus comportamentos e maneiras de interagir com a sociedade, serão passíveis de bons resultados, pois as pessoas se sentirão bem (ou "tocadas") por aquele indivíduo.


Já o indivíduo que tem pensamentos ruins, se sentirá triste, deprimido, inseguro, frustrado, tenso, receoso, fracassado, confuso, ansioso ou estressado. Seus comportamentos conflitam com aquilo que é esperado pela maioria das pessoas que transitam em nossa sociedade, o que acarretará no afastamento.


A frustração afasta as pessoas

Você em algum momento já parou para analisar o comportamento de um herói? O Herói é um arquétipo, um personagem modelo que reúne em si os atributos necessários para superar, de forma excepcional, um determinado problema de dimensão épica.


Os problemas existem? Sim.


Podem ser superados? Sim.



A mentalidade que caracteriza o estado de nossas mentes, através de nossos pensamentos, conduzirá um indivíduo a tomar uma determinada ação, seja ela enfrentar seus desafios, buscar estratégias e recursos eficazes ou, até mesmo, se entregar à derrota e ao fracasso.


Pensamentos > Sentimentos > Comportamentos > Resultados


O contrário também funciona, pois quando mudamos nossos comportamentos, consequentemente, mudamos nossos pensamentos.



Os pensamentos podem ser divididos em duas formas:


Pensar

Ato controlado e dirigido.


Pensamento

Devaneios mentais, como um barco à deriva.



O ato de pensar é muito mais produtivo que ter pensamentos, pois os pensamentos não dispõem de um gerenciamento, o que leva o indivíduo a ter estados de poucas possibilidades de raciocínio e eficácia.


A questão é: mas de onde surgem os pensamentos?

Das informações! Isso mesmo. Os pensamentos são consequências das informações que recebemos e assimilamos em nossas vidas, desde a gestação da mãe, através de emoções e sensações (boas ou não), valores e informações compartilhados dentro do lar, até da publicidade massiva e das pessoas inseridas nos grupos sociais em que vivemos.



E como nossos sentimentos serão os geradores dos nossos comportamentos, é importante entendermos sobre o poder do estado.



O Poder do Estado


Todo estado é construído por nós mesmos, através da fisiologia, das representações internas e da nossa linguagem, atraindo ou afastando pessoas.



Nossa fisiologia pode ser alterada de diversas formas:


  1. Postura corporal

  2. Expressões faciais

  3. Na velocidade e intensidade da respiração

  4. Na altura e tom da voz



Existem diversas maneiras e recursos para intervirmos em nossos estados como, por exemplo, uma boa alimentação, o condicionamento físico, o descanso, filtros daquilo que você lê, ouve, busca e consome no universo multimidiático, as pessoas com quem você convive, os assuntos, temas e discussões que tem, assim como o ecossistema em que você está e/ou almeja ser inserido.



Quando falamos em Programação Neurolinguística, estamos falando em uma reprogramação mental. Neuro


Aquilo que penso


Linguística


Aquilo que falo


Qual o impacto que isso tem em nossa comunicação?


  • 7% Palavra

  • 38% Tom da voz

  • 55% Fisiologia


Como intervir em nossas representações?


  • Mudança de pensamentos

  • Mudança de hábitos

  • Alteração fisiológica que comprova sua mente

  • Alteração da altura e intensidade dos sons

  • Alteração das sensações


Espero que esse conteúdo tenha feito muito sentido para você, e possa, de alguma forma, te ajudar a obter melhores resultados em diversas áreas da sua vida.


Comments


Guga Gonçalves, foto.jpg

Olá, que bom ver você por aqui!

Criei este blog com o objetivo de montar um canal de referência, com conteúdos sobre desenvolvimento pessoal e profissional.

 

Cadastre-se e acompanhe todas as postagens em primeira mão.

Receba todos os conteúdos em primeira mão.

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Whatsapp
bottom of page