top of page

Como incluir os Influenciadores Digitais nas suas ações de marketing?

Antes de tudo, é preciso deixar bem claro que: SIM, o marketing de influência é uma realidade sem volta. Eles são imprescindíveis para o seu negócio decolar.

foto de ima influenciadora digital em no shopping em campinas sp com o seu iPhone em mãos;

Em uma pesquisa realizada pelo Facebook em 2019, 63% dos usuários afirmaram que gostam e recomendam produtos citados por influenciadores digitais, 55% disseram que as recomendações feitas por influenciadores são menos invasivas que os anúncios das demais mídias tradicionais, e 50% costumam pesquisar opiniões de influenciadores antes de comprar produtos ou serviços.


A pesquisa também apontou que 71% dos brasileiros seguem algum influenciador digital, 86% já descobriram um produto por conta de um influenciador e 73% já adquiriram um produto por conta de uma opinião de um influenciador.


Mas por que às vezes esse tipo de referência não dá retorno?

Vamos ter uma série de motivos e razões e, entre eles, estão: você tem que criar uma estratégia completa de comunicação e marketing junto da equipe do influenciador escolhido; outra questão é: o influenciador escolhido tem congruência com o público do serviço ou produto que você quer ofertar?


E a outra questão é: qual o período da sua campanha de marketing? Muita gente acha que uma presença ou citação irá mudar de uma hora pra outra o resultado das vendas. SQN ("só que não”). Marketing é sinônimo de relacionamento. Então não faça nada por impulso e de forma atropelada, pois seu resultado será atropelado também.



Conheça os 4C's


Eita, mas não eram 8 P's?

Assim como tantas belas teorias da comunicação, da publicidade, e do marketing, algumas não são mais tão eficazes como antigamente. Vamos conhecer a nova realidade?


C1 = Cocriação

O primeiro C remete à cocriação, um elemento fundamental para o estímulo de uma marca, que é entender o que as pessoas esperam dela. Se você fizer uma campanha com um planejamento realmente bem estruturado e eficaz, os influenciadores poderão ajudar ainda mais nesta etapa.

C2 = Competência

C3 = Comunicação

C4 = Contatos

Talvez isso lhe pareça um tanto confuso na hora de decidir quem contratar um influenciador. Então aí vão algumas dicas para você se atentar:


  • Busque influenciadores diretamente relacionados ao seu mercado de atuação, que possam realmente impactar nas conversões e vendas do serviço, curso ou produto que você oferece.

  • Analise os canais sociais desses influenciadores. Ter muitos seguidores não quer dizer que há uma grande porcentagem de engajamento. Descubra se, de fato, são seguidores reais e, principalmente, se os seguidores são seu público-alvo.

  • Estude o nível das pessoas que engajam com o influenciador digital almejado, pois da mesma forma que se compra seguidores, também se compra curtidas e views.

  • Busque saber sobre os resultados de campanhas realizadas com outras marcas, empresas e negócios. Quem realmente é bom, abre os dados do Analytics e da receita gerada. Por isso, atente-se!

  • Tenha uma ação de marketing em paralelo à campanha com o influenciador. Defina seu planejamento de mídia e conteúdo ao longo do período desta ação e um processo hard de tráfego online.



Inscreva-se agora na nossa comunidade online e deixe aqui seu comentário.

Comments


guga_gonçalves, consultor_de_marketing_digital_em_campinas, consultor_de_marketing_digital

Olá, que bom ver você por aqui!

Todos os dias, ajudo pessoas, empreendedores e profissionais liberais a construirem sua marca pessoal, partindo do absoluto zero, além de se familiarizarem com as principais técnicas e recursos da comunicação online e do marketing digital.

Receba todos os conteúdos em primeira mão.

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Whatsapp
bottom of page