top of page

Instagram começa a pagar gravadoras por posts

Marketing Zuckerberg põe a mão no bolso e anuncia que pagará R$ 5 bilhões para produtores de conteúdo.

Recentemente o Instagram começou a pagar às gravadoras para os artistas que publicam semanalmente posts no Reels, na área de vídeos da rede social.

Os pagamentos são feitos diretamente para as gravadoras e giram na casa de milhares de Reais.


O motivo dessa iniciativa é porque o TikTok tem atraído um público crescente de usuários, principalmente de músicos que abandonaram as postagens no Instagram.


Algumas gravadoras estão gerando mais receita de conteúdos do que com a produção de música e seus direitos autorais.Os contratos com as gravadoras de médio porte variam entre R$ 1 milhão e R$ 2,5 milhões. Já no caso das grandes gravadoras que detém os grandes nomes de peso na música, as somas giram na casa de dezenas de milhões de Reais.


As gravadoras pequenas também já estão ganhando acima do normal com a execução de músicas.


As gravadoras estão muito longe de morrer como alguns teimam em dizer

Muitos diziam que as gravadoras estavam se definhando após o "boom" do Spotify, mas ao contrário disso o digital está colocando as gravadoras novamente no centro do poder.


A Universal Music Group recentemente foi avaliada em mais de R$ 200 bilhões de Reais. Isso mesmo. A gravadora tem um gigante acervo com grandes nomes da música como Lady Gaga, Kate Perry, Weekend, Taylos Swift, Queen, Beatles, Sandy, Zeca Pagodinho, Marisa Monte e, recentemente comprou o catálogo de Bob Dylan, que abriu mão dos rendimentos mensais pela bagatela de aproximadamente R$ 2 bilhões.


Facebook, Instagram e Spotify julgam a negociação com artistas um processo caro e trabalhoso, mas além de concentrar esforços nas gravadoras que os livram da dor de cabeça de administrar artistas, ainda estão ganhando acesso ao catálogo da indústria musical.


No digital, os hits tem um valor muito mais alto por serem ouvidos diversas vezes.

Hoje em dia as receitas não param de subir através do digital por conta do consumo constante de músicas nos canais sociais.


Vale ressaltar que tanto o Facebook quanto o Instagram não dão nenhum tipo de benefício no algoritmo das plataformas, diferente do TikTok que impulsiona os artistas que julgam mais relevantes.





Comentarios


Guga Gonçalves, foto.jpg

Olá, que bom ver você por aqui!

Criei este blog com o objetivo de montar um canal de referência, com conteúdos sobre desenvolvimento pessoal e profissional.

 

Cadastre-se e acompanhe todas as postagens em primeira mão.

Receba todos os conteúdos em primeira mão.

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Whatsapp
bottom of page