top of page

O Silêncio também Comunica

O texto comunica tanto quanto sua ausência, ou seja, o espaço em branco em volta de uma imagem, por exemplo, reforça a existência da mesma dentro de uma peça gráfica. Vamos entender melhor como isso funciona?


imagem de uma mulher meditando em uma sala de academia com o objetivo de conectar o leitor ao tema do texto sobre "o silêncio também comunica", onde abordaremos contextos sobre a comunicação silenciosa.

Já em nossa introdução, entendemos que o espaço em branco diz algo sobre a composição gráfica. Mas essa regra também pode ser aplicada à produção audiovisual.

Com quantos conteúdos online você já se deparou que não dispõem de textos ou mesmo falas que engajam muito? Pois é. Esses modelos acabam criando projeções em nossas mentes, onde cabe a nós completarmos com nossa linguagem subjetiva e com a nossa respectiva realidade de mundo, o que aquela mensagem têm a dizer. Afinal de contas, o silêncio reforça o texto, promove tensão e fala conosco, mesmo sem dizer nada.


A música e as piadas são excelentes para ilustrarmos exemplos práticos desse tipo de comunicação silenciosa. Até porquê, o respiro e o tempo existem dentro de ambas.

No jogo do texto, o espaço gráfico também é um outro campo muito interessante a ser estudado.

Alguns designers acreditam erroneamente que precisam preencher todo o espaço em branco de uma folha que estiver à sua frente para conseguirem se comunicar. Sqn (só que não). Porque muitas vezes a mensagem pode parecer confusa e não alcançar seu objetivo por conta da falta do respiro e tempo que precisamos para assimilar as informações, como podemos ver nos diferentes exemplos e contextos abaixo.



Embora todos nós estejamos sujeitos à erros primários, vale redobrarmos a atenção para buscarmos evitá-los sempre que possível. E para isso, textos, imagens, símbolos e silêncio, devem estar dispostos de forma harmoniosa com o objetivo de potencializar aquilo que comunica. Por isso, os estudos da semiótica são tão importantes e essenciais para os designers.


E claro que, no contexto da comunicação multimidiática, a palavra deve vir acompanhada de uma boa diagramação, do acerto de uma escolha tipográfica, da seleção do uso das cores e da composição das imagens que compõem a peça. Ou seja, tudo deve acontecer de forma muito bem orquestrada, afinal de contas, o naipe de violinos de uma orquestra é tão importante quanto o violinista spalla, pois caso o contrário, ele não terá uma base boa para solar e destacar seu virtuosismo.


Vale atentarmos que a nossa relação com a beleza estética, por exemplo, leva em consideração o olhar do outro. Por isso, nunca se esqueça que uma criação não nasce sozinha ou desconectada do mundo. E para isso, precisamos nos despir do ego e da prepotência do criador e considerarmos cada ambiente cultural e o contato com a sociedade que nos cerca.



Comments


Guga Gonçalves, foto.jpg

Olá, que bom ver você por aqui!

Criei este blog com o objetivo de montar um canal de referência, com conteúdos sobre desenvolvimento pessoal e profissional.

 

Cadastre-se e acompanhe todas as postagens em primeira mão.

Receba todos os conteúdos em primeira mão.

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Whatsapp
bottom of page