top of page

Porcentagem para cada Co-participante de uma Obra Musical

Quando várias pessoas colaboram na criação de uma obra musical, é essencial estabelecer uma divisão equitativa de direitos autorais. A diferença para cada co-participante de uma obra musical determinou a participação de cada um nos direitos autorais gerados pela obra.

duas moças e dois rapazes sentados em bacos de madeira num estúdio de música, olhando para folhas de partitura; essa é uma foto de um banco de imagem que foi escolhida para ilustrar o tema desse post. Espero que goste.

Antes de estabelecer a porcentagem de cada co-participante, é importante identificar e definir quem são os co-participantes da obra musical. Isso pode incluir compositores, letristas, produtores, arranjadores e outros envolvidos na criação da música. É fundamental ter clareza sobre quem contribuiu de forma significativa para a criação da obra.

Em algumas situações, a colaboração na criação da música pode ter sido desigual, com alguns co-participantes confiantes mais do que outros. Nesses casos, a divisão de direitos autorais pode refletir essa diferença de contribuição. Por exemplo, se um compositor contribuiu com a melodia e outro contribuiu com a letra, pode ser estabelecido que o compositor receba uma porcentagem maior de direitos autorais, refletindo sua contribuição significativa para a criação da obra.


A divisão de direitos autorais entre os co-participantes de uma obra musical geralmente é definida por meio de negociação e acordo mútuo.

É importante que todas as partes envolvidas estejam abertas a discutir e chegar a um consenso sobre a divisão equitativa. A negociação pode levar em consideração fatores como a contribuição criativa, a experiência, o papel desempenhado e o potencial de sucesso da música.


Uma vez estabelecida a divisão de direitos autorais, é fundamental documentar o acordo por meio de contratos ou acordos de colaboração. Esses documentos devem especificar claramente as porcentagens de direitos autorais atribuídos a cada co-participante e quaisquer outros termos acordados, como a divisão de royalties, licenciamento e representação. Ter um contrato formal ajuda a evitar disputas futuras e fornece uma base legal para a proteção dos direitos autorais.


À medida que a colaboração e a contribuição dos co-participantes evoluem, pode ser necessário revisar e ajustar a divisão de direitos autorais. Se houver mudanças na composição da música, contribuições adicionais ou a entrada de novos co-participantes, é importante realizar uma revisão periódica e atualizar os acordos existentes para refletir com precisão as novas circunstâncias.





Comments


guga_gonçalves, consultor_de_marketing_digital_em_campinas, consultor_de_marketing_digital

Olá, que bom ver você por aqui!

Todos os dias, ajudo pessoas, empreendedores e profissionais liberais a construirem sua marca pessoal, partindo do absoluto zero, além de se familiarizarem com as principais técnicas e recursos da comunicação online e do marketing digital.

Receba todos os conteúdos em primeira mão.

Obrigado por assinar!

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • Whatsapp
bottom of page